Bebe Rexha fala sobre escrever ‘The Monster’, rejeição, amor por Nova York e mais!

Bebe Rexha fala sobre escrever ‘The Monster’, rejeição, amor por Nova York e mais!

Com o primeiro single de seu novo álbum All Your Fault: Pt. 1 “I Got You” atingindo o primeiro lugar da Billboard Dance Club Songs no dia 1 de abril de 2017, Bebe Rexha está começando a sua carreira solo.

Depois de escrever hits para Nick Jonas, Tinashe, Selena Gomez e Eminem e Rihanna, Bleta “Bebe” Rexha está agora no holofote dramático fashion. Bebe já colaborou com grandes nomes do mundo musical, incluindo Nicki Minaj, G-Eazy e Martin Garrix, agora a nativa do Brooklyn finalmente lançou a primeira parte de seu álbum de estreia e começará sua turnê na Europa em maio.

Depois do seu show esgotado no Brooklyn no início do mês, ela sentou com a PRO MOTION para falar sobre sua fama, a influência que Nova York teve em sua carreira, e lidar com tantas rejeições que um artista receberá antes de alcançar um bilhão de streams no Spotify.

Assista a entrevista e confira a transcrição da mesma abaixo:

“Escrevi ‘The Monster’ para Eminem e Rihanna e originalmente se chamava ‘Monster Under My Bed’. É uma música que escrevi com meus amigos no estúdio, é sobre aceitar quem você é, eu estava tentando vender a música para gravadoras mas todos falavam ‘É terrível’. Então, Eminem ouviu e a partir daí minha vida mudou, ganhei muito respeito na indústria, sabe, isso me ajudou a ter mais liberdade criativa em meus próprios projetos. Sim, estou feliz que dei a música para Eminem e Rihanna. Sinto que foi a coisa certa a se fazer, porque acho que as pessoas passaram a respeitar mais a minha arte e composições.

Não acho que tive um momento grande, acho que tive uma culminação de momentos que me levaram aonde estou. É tão incrível eu estar aqui no Brooklyn que é onde eu nasci, Nova York me inspirou e me criou. É uma grande parte do que eu sou, e estar aqui hoje cantando na frente da família e amigos no Warsaw é incrível. A musica é uma indústria bem difícil, sempre terá muitos nãos antes de ter alguns sims. Eu tive muita rejeição e isso é bem difícil e você tem que ter um bom amigo e família que te apoiam. Uma coisa que eu gostaria de compartilhar com a PRO MOTION? Hmm… Estou prestes a ser uma superstar internacional (risos).”

Fonte / Tradução: Vinícius Abreu, equipe Rexha Brasil.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *